Últimas notícias da VTM

Vai sair de férias? Programe estratégias em tratamentos de depressão

Em 2012, Brad Pitt, em uma entrevista disse que teve problemas para lidar com a fama após estrelar Lendas da Paixão e o filme Seven. Brad disse: “Eu realmente cansei de mim no final dos anos 90. Eu estava tentando me esconder do mundo das celebridades. Ficava o dia inteiro deitado no sofá … Estava realmente irritado comigo“.  Nessa mesma entrevista, perguntaram como enfrentou a depressão. Durante a viagem para Marrocos presenciou um local tomado pela pobreza e durante essa viagem Brad percebeu que o que sentia era pequeno perto do sofrimento daquelas pessoas. Problemas com saúde mental são extremamente comuns e podem afetar qualquer pessoa em algum momento da vida.

As manifestações de depressão podem acontecer em depressão maior, depressão crônica ou em distimia e tipos não especificados de depressão, distúrbios que se distinguem em  intensidade, duração e modo de apresentação. Por exemplo, a depressão maior de leve a moderada caracteriza-se por episódios de sintomas depressivos e alguma incapacidade funcional. A considerada grave é acompanhada de agitação e lentidão psicomotora, além de sintomas
somáticos bem característicos, como perda de cabelo, palidez, entre outros. Por isso, cada caso é um caso e deve ser avaliado pelo médico para ter sugestões precisas de tratamento. No caso do ator Brad Pitt, a viagem como ferramenta de saúde mental pode estar associada com crescimento pessoal através do desligamento de coisas  que causam ansiedade e estresse mental no decorrer do dia-a-dia. Viajar é trazer prazer cultural, sanar curiosidades e até mesmo conhecer novas pessoas e realidades. Portanto, programar-se para o período de recesso faz parte de um tratamento adequado. Em realização de viagens, é indicado que se visite locais que permitam realizar meditação, massagens e passeios turísticos. A companhia é sempre muito importante e o apoio familiar favorece o tratamento de depressão.

A alimentação no período de férias pode mudar, garanta alimentos como banana, aveia, amendoim e leite, que elevam as taxas de triptofano e outras substância, como magnésio, que estimulam a produção de hormônios do bem estar. É necessário fazer a manutenção do tratamento, mesmo para quadros agudos, no qual o tratamento se faz
com medicamentos, selecionando-se aqueles com menor potencial de efeitos adversos e de interações medicamentosas. Embora com eficácia similar, variam seus perfis de efeitos adversos. Em pesquisas sobre medicamentos em tratamentos de manutenção, todos os remédios mostram efeitos positivos, reduzindo as taxas de recidiva, quando utilizados por períodos adequados.

É essencial criar estratégias desde já para realizar a manutenção do tratamento durante o período de férias – afastar o humor depressivo, a falta de ânimo e a indisposição. Para quem está com depressão leve, viajar, especialmente com pessoas que são amadas, pode auxiliar na redução de pensamentos negativos e de desamparo. As caminhadas e passeios podem auxiliar na melhora do sono e do apetite. Por isso, procure um médico e comece  o tratamento para poder viajar com amigos e familiares.

 

 

 

 

Compartilhe este post:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *