Category Borderline

Tratamento para uso de substâncias e dependência: do bad boy ao super-herói

O filme Homem de Ferro se destaca pelo próprio protagonista, o ator Robert Downey Jr., conhecido como o bad boy de Hollywood, nos anos 90. Esse apelido está associado com diversas passagens por clínicas de desintoxicação, prisões e outros problemas relacionados à dependência por álcool e drogas. Porém, o que é dependência de uso de substâncias? Do

Continuar lendo →

Transtornos mentais e suicídio em jovens: ansiedade, frustração e insegurança

A quantidade de tentativa de suicídio entre jovens aumentou em cerca de 70% desde os anos 2000. Diversos casos ficaram conhecidos nos últimos meses, pois se tratavam de jovens estudantes prestes a prestar vestibular de colégios privados da elite paulistana. No mesmo período em que ocorreram os suicídios, os colégios estavam em período de provas.

Continuar lendo →

Sabia que Charles Darwin sofria de ansiedade e até influenciou na formulação desse conceito?

“Passei 52 horas sem vomitar” essa e outras frases foram descritas por Charles Darwin, o criador da teoria da seleção natural, em discussões sobre seu transtorno de ansiedade e de como isso influenciava seu estado de saúde. Ele escreveu em mais de 400 cartas sobre mal estar, espasmo muscular, vômitos, calafrios, enjoos, alteração de visão,

Continuar lendo →

estimulação magnética transcraniana

Benefícios da estimulação magnética transcraniana

Segura e indolor, a estimulação magnética transcraniana é indicada para pacientes que não respondem mais às terapias convencionais ou que apresentam complicações graves ao uso de medicamentos Liberada pela Anvisa desde 2006 e recomendada pelo Conselho Federal de Medicina para tratamento da depressão e da esquizofrenia desde 2012, a estimulação magnética transcraniana (EMT) é indicada para pacientes que não respondem mais às terapias convencionais,

Continuar lendo →

De vulcão em erupção à brisa tranquila: o Transtorno de Personalidade Borderline

“Caótica, intensa, fora da realidade de vida, tímida e ao mesmo tempo ousada”, essa foi a forma que Clarice já se definiu, em entrevista. Já Amy, aos 27 anos, após inúmeras internações por intoxicação, tendência à automutilação, depressão, anorexia e bulimia, partiu. É inegável o talento dessas duas mulheres e o sucesso de ambas se

Continuar lendo →