Últimas notícias da VTM

Saiba como tratar transtornos de ansiedade com a estimulação magnética

Saiba como tratar transtornos de ansiedade com a estimulação magnética

Aperto no peito, mãos suando, um medo inexplicável de algo que ainda nem aconteceu. Com certeza você já viveu essas emoções, principalmente quando estava nervoso ou passando por alguma situação difícil. Mas quando esse estado de preocupação se torna permanente, levando a crises espontâneas e causando prejuízos à saúde e à vida social e profissional, atenção! Esses podem ser os primeiros sinais de um Transtorno de Ansiedade (TA).

No mundo, uma entre cada quatro pessoas sofre com o problema, já considerado um dos transtornos mentais com maior incidência da atualidade. Dependendo do grau, além do sofrimento excessivo, a sensação de medo é incapacitante a ponto de tirar o sono e até impedir o indivíduo de sair de casa. Além disso, aumenta a predisposição a outras doenças. Cerca de 70% dos pacientes diagnosticados, por exemplo, possuem também depressão.

Os tipos de ansiedade

No total, existem mais de oito tipos de transtornos de ansiedade catalogados pela medicina. A lista inclui os transtornos de pânico, obsessivo compulsivo (TOC), de estresse pós-traumático, de ansiedade generalizada ou induzida por substâncias (uso de drogas e álcool), além da fobia social e agorafobia (medo de não ter como escapar de situações difíceis ou embaraçosas). No entanto, como na maioria dos casos envolvendo pacientes com distúrbios mentais, a dificuldade do diagnóstico é ainda uma barreira persistente para os especialistas.

Embora existam tratamentos eficientes com medicamentos e psicoterapia cognitivo comportamental (TCC), aproximadamente 25% de pacientes com TA não respondem a eles. Nesse sentido, a neurociência já deu um passo importante. Ao buscar novas formas de intervenção que ajudassem no alívio dos sintomas das crises de ansiedade, encontrou na técnica de estimulação magnética transcraniana (EMT) uma alternativa terapêutica com resultados bastante positivos.

Conheça a estimulação magnética transcraniana

Por meio da variação de um campo magnético, a estimulação magnética ativa regiões do cérebro que estão associadas à avaliação dos sentimentos de ansiedade. Ao modificar e equilibrar essas áreas, a técnica promove um aumento da atividade neuronal, estimulando o cérebro e trazendo melhoras importantes nos sintomas e na qualidade de vida dos pacientes. É também um procedimento seguro, o que é fundamental na busca por novas alternativas médicas.

No Brasil, a técnica é liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) desde 2006 e recomendada pelo Conselho Federal de Medicina para o tratamento de depressão e esquizofrenia desde 2012. No entanto, sua utilidade terapêutica para outros distúrbios neurológicos e psiquiátricos já vem sendo apontada em diversos artigos e pesquisas.

Os principais benefícios da EMT

– É uma técnica não invasiva, que pode ser realizada no próprio consultório médico.

– Produz um campo magnético mais focal, dando um controle maior sobre a área estimulada.

– É indolor, sem necessidade de anestesia.

– Quase ausência de efeitos colaterais. É extremamente segura, não traz danos ou toxicidade aos órgãos, como medicamentos podem causar.

– A única restrição é para pessoas com dispositivos eletrônicos ou metálicos na cabeça, principalmente implante coclear. O campo magnético pode de alguma forma interferir no funcionamento do aparelho.

VTM_assinatura_post (2)

Compartilhe este post:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someone

6 Responses

  • Jorge
    abr 29, 2016

    Tenho 53 anos . sou muito ansioso,desde novo. Perco o controle emocional muito fácil. Tenho dificuldades devido os tremores das mãos.

    Jorge abr 29, 2016
    Responder
    • VTM
      maio 2, 2016

      Sr. Jorge, boa noite.
      Agradecemos sua participação.
      Em relação à sua ansiedade, realmente os sintomas são mesmo incapacitantes e prejudicam muito a qualidade de vida. Procure ajuda médica! É possível controlá-la e ter uma vida mais feliz! Abraços, Equipe VTM.

      VTM maio 2, 2016
  • […] brasileiros sofrem diariamente com esses sintomas, resultados de algum tipo de distúrbio ansioso. Os principais são eles: síndrome do pânico, estresse pós-traumático, fobias, transtorno obsessivo compulsivo e […]

    Responder
  • […] o dia. Quem nunca passou por essas situações? Na correria da vida moderna, além do estresse, ansiedade e fadiga das tarefas diárias, o excesso de informações, estímulos e cobranças tem um impacto […]

    Responder
  • Neusa
    abr 3, 2017

    Minha filha de 19 anos tem transtorno de ansiedade. Não melhora com os tratamentos , no momento está tomando velija 60mg gostaria de saber se a estimulação magnética seria indicada como tratamento. Obrigada

    Neusa abr 3, 2017
    Responder
    • abr 3, 2017

      Imagino o quanto estás preocupada com sua filha. Transtorno de ansiedade pode afetar muito a qualidade de vida, principalmente nesta fase da vida com muitas mudanças e desafios. A estimulação magnética transcraniana (EMT) é aprovada pela ANVISA, um tratamento seguro e com baixo índice de efeitos colaterais que pode ser realizado para pacientes refratários a medicamentos com distúrbios neuropsiquiatricos como depressão, transtorno de ansiedade, esquizofrenia etc. Idealmente seria necessário uma consulta para saber com precisão se a EMT seria a estratégia terapêutica mais indicada para sua filha.

      DRA. VANESSA MÜLLER abr 3, 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *