Além da microcefalia: zika vírus também pode estar associado a outras doenças neurológicas

A epidemia do zika avança, e com certeza você já está familiarizado com a ligação entre o vírus e a microcefalia. No entanto, uma nova preocupação tem mobilizado a atenção dos especialistas de saúde do país: a infecção também pode estar associada ao desenvolvimento de outras complicações neurológicas graves, como a síndrome de Guillain-Barré e a mielite transversa aguda.

Os nomes, além de complicados, ainda geram muitas perguntas. Entenda mais sobre esses problemas neurológicos e esclareça as principais dúvidas em relação aos seus riscos e sintomas.

O que é a mielite

Doença neurológica de natureza inflamatória, a mielite transversa aguda afeta a medula espinhal, bloqueando a passagem dos impulsos nervosos. Como consequência, causa dormência nos membros, retenção urinária, fraqueza e paralisia muscular. Apenas um terço dos pacientes afetados tem uma recuperação completa e a sequela mais comum é a incapacidade motora.

A relação direta entre a doença e o zika vem sendo apontada após um caso inédito em Guadalupe, no Caribe. Uma jovem de 15 anos foi hospitalizada com fortes dores nos músculos, retenção urinária e paralisia do lado esquerdo do corpo. Após uma série de exames, foi confirmada a mielite causada pelo vírus transmitido pelo Aedes Aegypti.

Após o tratamento adequado, a paciente se recupera bem. No entanto, seu quadro serve de alerta. Mesmo que ainda sejam necessários mais estudos que confirmem a associação do distúrbio ao vírus, esta pode ser, sim, mais uma doença causada pela infecção.

Zika vírus e a síndrome de Guillain-Barré

Com um vínculo científico já comprovado, o zika vírus está relacionado ao aumento do número de casos de Guillain-Barré no Brasil. Atualmente, há uma média de cinco novos casos por dia, um número 30% maior do que em 2014. Alagoas, Bahia, Piauí e Rio Grande do Norte são os estados que chamam mais atenção. Também cresceram os registros em outros países da América Latina, como Colômbia, El Salvador, Suriname e Venezuela.

Doença neurológica em que o sistema imunológico ataca por engano o revestimento dos nervos chamada mielina, a síndrome de Guillain-Barré causa uma progressiva fraqueza muscular, acompanhada pela perda dos reflexos e sensibilidade. Nos casos mais graves, há paralisia do músculo respiratório, o diafragma, que pode levar à morte por insuficiência respiratória. Cerca de 20% dos pacientes ficam com sequelas, que devem ser tratadas com fisioterapia.

Ainda que o problema afete uma média de 24 pessoas a cada 100 mil infecções por zika, é importante lembrar que, em uma população grande como a brasileira, isso pode representar milhares. Por isso, fique atento. Caso desconfie dos seus sintomas, procure imediatamente um médico especialista e evite complicações!

VTM_assinatura_post (2)

Este post tem 3 comentários

  1. VTM

    Deixe seu comentário.

  2. Silvana

    Bom dia!

    Me chamo Silvana tenho 42 anos. Sempre tive boa saúde, praticava atividade física regularmente, mas desde o dia 27 de janeiro deste ano minha vida mudou. Tive zika, procurei hospital público e não tive orietação para fazer repouso, tratamento adequado. Como os sintomas foram leves, no sexto dia infectada pelo vírus fui para academia, não consegui malhar voltei pra casa. Horas depois passei mal, com formigamentos, dormência, fraqueza nas pernas que dificultou até para andar, tomava banho sentada, dormia pouco. Procurei hospital público e piorou porque me deram até ranitidina. Depois de ir 4 vezes ao hospital público, fui para no hospital particular onde tomei calmante, pois estava 24h sem dormir. Semana seguinte outra crise após ficar 36h sem dormir, procurei uma amiga que me deu uma cartela e meia de Rivotril 5 mg. Passei a tomar um por semana. No final do mês de abril procurei um Neurocirurgiao medicou com anti depressivo e um remédio restaurador do sistema nervoso periférico. Em 17/05 retornei a ele e disse que eu poderia levar uma vida normal, até trabalhar. Animada, dei faxina no quarto e na sala, a noite passei mal. Em 25/05 retornei a ele, pois anti depressivo estava me fazendo mal. Ele receitou Fluxtar SR de 3mg tarja preta. Disse que deveria tomar 1comp. manhã e outro a noite. Continuando com outro medicamento resturador do sistema nervoso. Consegui tomar apenas dois comprimidos de Fluxtar SR, não senti bem, demorei para dormir. Resolvi tomar somente o rémedio restaurador sistema nervoso. Estou dormindo bem, graças a Deus. Estou bem melhor, mas não posso nem lavar louças, ando no quintal e na rua consegui ir sozinha caminhar devagar 3 quarteirões e voltar. Das outras 2 vezes fui com minha mãe. Segundo o médico, estou crise de ansiedade causada pelo zika e que já tratou pacientes com o mesmo caso que o meu. Há quase cinco meses estou assim. Ainda não posso ir ao centro espírita mais próximo da minha casa. Faço minhas preces todos os dias, ouço a Radio Rio de Janeiro às 18:00h todos os dias, leio sempre o Evagelho Segundo o Espiritismo, o livro dos Espiritos, o livro O Médico Jesus e os salmos da Bíblia. Quero ficar curada.
    Agradeço pelo atenção! Que Deus abençoe a todos!

  3. Saúde Encima

    Olá, gostei do artigo. É bem fundamentado e com excelentes dicas. Espero ter outros com essa qualidade.

Deixe uma resposta