Últimas notícias da VTM

Tratamento para dependência química: Casagrande e a luta contra as drogas

Nosso querido comentarista Walter Casagrande Júnior faz questão de compartilhar com o público a história da própria luta contra a dependência química, já fez até um livro sobre isso. O comentarista esportivo também fala abertamente sobre o preconceito que dependentes químicos enfrentam: “O dependente químico é um dos primeiros da lista de preconceitos. A sociedade não sabe ou não entende ou ainda não é esclarecida que a dependência química é uma doença. Atualmente, cerca de 20,3 milhões de adultos têm transtorno de dependência por substâncias, o que representa 8,5% da população mundial.
Assim como no caso do Casagrande, diversas vezes o dependente químico deseja não utilizar as substâncias, mas ele passa pelo processo de craving ou fissura. Isto é, pelo impulso incontrolável de consumir substâncias, que é muitas vezes acompanhado por ansiedade intensa, disforia, irritabilidade, nervosismo, comportamento impulsivo ou explosivo. Este sintoma geralmente é o responsável por levar o indivíduo a uma recaída e a perder o controle sobre o consumo destas substâncias.
Diferentes pesquisas indicam que as bases neurobiológicas do craving estão associadas com o córtex pré-frontal dorsolateral, tanto o direito quanto o esquerdo. Um estudo feito com a realização de uma sessão de estimulação por corrente continua para avaliar o craving mostrou que haveria diminuição do craving, quando o anodo estava posicionado no córtex pré-frontal dorsolateral direito. Outras técnicas neuromodulatórias também se mostraram promissoras como a estimulação magnética transcraniana repetitiva. Mas o que é estimulação neurológica? Trata-se de uma técnica não-invasiva,na qual pulsos elétricos são gerados através de um campo magnético, de modo a modular a excitabilidade cortical, com um potencial tratamento para uma variedade de doenças neuropsiquiátricas. O sucesso do tratamento dependente da frequência dos campos magnéticos pulsados. Por exemplo, a estimulação magnética transcraniana pode ser utilizada para estimular regiões específicas do cérebro e reduzir a fissura. #saudemental #saude#saudeemocional #bemestar #drogas #dependenciaquimica #vtmneurodiagnostico #ansiedade #depressao #compulsao #toc #transtornoobsessivocompulsivo

Compartilhe este post:Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *