Tinitus: quais os efeitos no cérebro?

O zumbido, tinitus ou acúfenos é uma condição comum caracterizada pela percepção do som sem uma fonte externa identificável. É frequentemente referido como “zumbido nos ouvidos”, mas pode assumir a forma de várias percepções de sons, incluindo swooshing, click, zumbido, assobio e assobio.

Como acontece o tinitus?

O zumbido geralmente é um sintoma de uma condição médica subjacente, como perda de audição relacionada à idade, problema no sistema circulatório ou trauma de ouvido. Não há cura para a doença, mas o tratamento se concentra no controle dos sintomas e no tratamento da doença subjacente. Aproximadamente uma em cada cinco pessoas com zumbido experimenta um desconforto que causa angústia e afeta negativamente sua qualidade de vida.

Quais são os efeitos desses constantes zumbidos no cérebro?

O zumbido pode deixar o cérebro mais atento em efeito agudo, mas a longo prazo pode impactar negativamente. Em recente estudo, o zumbido crônico foi associado a mudanças em redes neurais cerebrais de atenção dorsal e de modo padrão. Associadas com aumento de atenção e supervisão. Cronicamente, isso causa exaustão mental, inquietação, irritabilidade, insônia e fadiga. O cérebro não foi projetado para estar focado ou atento o tempo todo. Precisa de bastante tempo para relaxar e descansar. Sono, meditação, relaxamento e intervalos de estudo são essenciais para ajudar o cérebro a se recuperar.

Qual o tratamento para zumbido?

Tratar a condição médica subjacente ao zumbido é o recomentado para reduzir seus efeitos no corpo e no cérebro. Embora alguns tipos de tinitus não possam ser completamente erradicados, os sintomas podem ser aliviados. O ideal é procurar um médico para diagnóstico da causa dessa condição e para estabelecimento estratégico de tratamentos precisos.

Deixe uma resposta